Cochonilhas

 

Soares Feitosa          


 

Não sei muito bem se isto é uma cochonilha.

 

 

Talvez o seja.

 

Há centenas na Natureza.

Almoço janta café merenda — tem que ter para todos, mas isto é outra história.

 

Planto.:

Papel terra papel, tudo a mesma coisa.

Não precisa de terra; nem papel.

 

«Uma diz      não sabemos se há alvo para temos que desenhar uma flecha

A outra       sim mais de uma flecha»

 

Sim, o dizer.

O nome-flecha tem que estar bem

antes do alvo.

 

Se te comparece o alvo, onde o seteiro?

Se tens a flecha —, o alvo?

 

Papel letras nomes.

 

Basta o nome.

O nome — flor.

 

A Arte é isto.

Você se esbarra.

Ai!, de unha encravada, o fio de enlevo te consome.

 

Era um trabalho de agriculturas, mato, terra, bicho, gente.

Lá pelas tantas, o carmim.

 

Lábios

Repara agora na penumbra da face,

nesta viagem magistral entre rosto e costas.

Canivete, flechas —,

voltemos aos chãos de terra.

 

Ah, o meu chaboque de casca de cajá,

 

desenharei a tua face.

SF, madrugada alta, Fortaleza, CE,

27.4.2018

 


 

Os livros são dois.

Primeiro, o de Raquel, Raquel Nava Rodrigues, CARMIM; vermelhos, com um poema de flechas. Em seguida, o Livro das Flechas, onde o poema das flechas: Érica Zíngano, Roberta Ferraz e Renata Huber. Finalmente, o texto sobre a foto da Menina Afegã. Aqui estão:

i) Raquel, Carmim:

http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/11651/1/2012_RaquelNavaRodrigues.pdf

 

ii) Érica Roberta Renata, Flecha:

http://desenredos.dominiotemporario.com/doc/13-poesia-FioFendaFalesia.pdf

 

iii) Soares Feitosa, A menina afegã

http://www.jornaldepoesia.jor.br/feito112.html

 

 


 

A falsa COCHONILHA DO CARMIM

e a devastação da palma forrageira

no Nordeste

 

Francisco José Soares Feitosa*

 

“Há aproximadamente 10 anos foi introduzida, com fins comerciais, uma espécie de Dactylopiidae no Nordeste do Brasil, aonde abundam as plantações de Opuntia fícus indica, a principal cactácea forrageira da região. Por desconhecimento, introduziu-se Dactylopius opuntiæ e não Dactylopius coccus. Atualmente, a EMBRAPA e outros organismos governamentais dos estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba estão desenvolvendo planos de controle integrado da cochonilha, pois Dactylopius opuntiæ é uma espécie invasora altamente prolífica e está ocasionando grandes perdas das plantas forrageiras”.

 

 

Link inteiro teor A FALSA COCHONILHA DO CARMIM

 

 

 

 

 

 

     
 
Wilson Martins

Início desta página

Herodias by Paul Delaroche (French, 1797 - 1856)
 

 

 

 

 

 

28.4.2018