Marly Oliveira


Pior que o co sua fria

Pior que o co sua fria, pior que o gato sua garra, pior que a sanha de ferir a que se esconde sob feio de amor. Pior que a vida a no-vida do que se faz espectador; nem mergulha, nem nada, nem conhece o mar fundo: est sempre beira da estrada.


* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *