Heleno Godoy 

A Idade
 
A idade chega, amigo, quando menos
a esperamos, como bicho sorrateiro
ou ave que pousa milagrosamente
sobre o muro que à nossa volta cons-
truímos uma roupa mais brilhante
hoje, um corte de cabelo mais curto,
um ajuste no cinto, uma tintura
na barba escura ou no bigode forte
essas pequenas coisas que aparecem
ou que aprendemos ao longo dos anos
de esperarmos por ela, essa idade 
sutil ou insidiosa e que vem
rápida ou lentamente, e se a deixamos:
a idade chega quando jovens somos.
 
 
[ Poema extraído do livro Trímeros - Goiânia, 1993 ]
       

[ ÍNDICE DO POETA ][ PÁGINA PRINCIPAL ]
 
 
 
Página editada por  Alisson de Castro,  Jornal de Poesia,  02 de dezembro de 1997