António Ramos Rosa 
Tal como antigamente
                  
 
Tal como antigamente tal como agora
essa estrela esse muro
esse lento
esse morto
sorrir
nenhum acaso
nenhuma porta
impossível sair
 

 ÍNDICE DO AUTOR | PÁGINA PRINCIPAL