Amadeu Amaral


Dados Biográficos
 

 
Amadeu Ataliba Arruda Amaral Leite Penteado.
Capivari -  SP, 1875 - 1929.
Obras Principais Poesia: Urzes, 1899;
                                                 Névoa, 1910; 
                                                 Espumas, 1917;
                                                 Poesias, 1936;
                              Crítica: O Elogio da Mediocridade, 1924
                              Folclore: Tradições Populares, 1948.
 
 

 
AMADEU AMARAL 
 
Amadeu Arruda Amaral Leite Penteado nasceu em Capivari, São Paulo, a 6 de 
novembro de 1875 e faleceu na cidade de São Paulo a 24 de outubro de 1929. 
Publicou: poesias: Urzes, 1900; Névoa, 1910; Espumas, 1917; Lâmpada 
antiga, 1924. Prosa: Letras floridas, 1920; O elogio da mediocridade, 1924; A 
pulseira de ferro, 1920; Dialeto caipira, 1920; Memorial de um passageiro de 
bonde. Conferências: Cuidar da infância, 1921; Dante, 1921; A poesia da 
viola, 1921; Luís de Camões, 1924; Raimundo Correia. 
 
Foi antologiado por Manuel Bandeira
 

 

[ ÍNDICE DO AUTOR ][ PÁGINA PRINCIPAL ]
  
 Página atualizada  por  Alisson de Castro,  Jornal de Poesia,  25  de  Maio  de  1998